segunda-feira, 1 de junho de 2009

Éden

Brent, 1st - fresh fruit, fresh water, 2009

Não saias daí. Deixa-te ficar na minha vontade de água fresca todo o ano, nesta sede que tenho do teu corpo transpirado e exausto enroscado no meu. Não te mexas, deixa-me saborear o fruto acabado de colher, de cores vivas e permanentes como o teu perfume omnipresente em todo o lado por onde passo sempre a caminho de ti. Deixa-te ficar neste momento doce em que os meus beijos te procuram a frescura do que me és na alma, no que me fica de forma inteira mesmo depois de adormecermos. Fica assim como um amor primeiro e último porque não quero mais nada do que o infinito que me refaz os dias cheios de certeza de que o mundo é nosso, apenas nosso e todo o resto é fado. Eu contigo e tu comigo somos o destino marcado. Não saias de mim, deixa-te descansar no corpo que te aninha no desejo vivo e fresco, acabado de nascer sôfrego e sempre desassossegado.

12 comentários:

underadio disse...

: )

Always disse...

... :))

G.I.R.L. disse...

Descobri este blog hoje e só tenho pena de não o ter encontrado mais cedo. É para mim um verdadeiro privilégio poder ler tudo o que escreves. Os meus sinceros parabéns :)

Always disse...

G.I.R.L.

Obrigada! :)
Sê bem-vinda a este espaço - nunca é tarde demais para começar o que quer que seja, vale sempre a pena o prazer simples da 'viagem'. :)

LilithWorld disse...

Fenomenal.
Posso dizer que já adicionei o blog aos meus favoritos.
Adorei..adorei a forma de escrita, adorei o sentimento inerente, adorei a fluidez das palavras..adorei..simplesmente!
um Grande beijinho para ti :)

analogic disse...

abracito aaaaaaaaaaaahhhhhh!

cris disse...

deixa-te ficar... podia terminar assim que tanto diria essa simples frase. como tantas outras que por aqui expressas.

é a primeira vez que comento, mas nunca é tarde.

parabéns pelo blogue e pela beleza das palavras.

Always disse...

analogic,

Um abraço de volta do algodão das nuvens.

Always disse...

Lilith World,

Obgrigada pelo entusiasmo que encontraste, e me devolveste, nas minhas palavras! :)
Sê benvinda ao 'Copo' que, de vazio só tem o nome de acordo com o momento do passado em que nasceu. Hoje vou tentando pôr aqui dentro o sentir infinito.

Um beijinho para ti

Always disse...

Cris,

Obrigada pela atenção e pelo elogio. :)
Sendo a tua 1ª vez nos comentários, sê benvinda e... deixa-te ficar. :)

GRAFIS disse...

e agora que o verão vem aí nada melhor que essa sede, e água, muita água fresca :)

Always disse...

Grafis,

E que haja água fresca em abundância :)