domingo, 27 de julho de 2008

No centro do centro

Paul Smetsers, New York - I just arrived, 2006

Acabo de chegar, ou como quem diz acabo de acordar. Acabo de chegar de ti e acabo de voltar-te ao mesmo tempo. Do sonho, onde começamos o abraço, até ao despertar na manhã seguinte, sem descansar do beijo, vão muitas viagens que quase nunca recordamos pela pressa de acordar e sentir o corpo no corpo tal como adormecemos. E todas as noites passadas são viagens ao centro de nós, ao centro da terra que nós somos e à aventura que construímos hora à hora, desde o primeiro momento no tempo que passou até ao Sempre em que nos cumprir. São mil viagens de sonho e outras tantas de caminho percorrido. São mil formas de explicar o infinito ao mundo que acredita na improbabilidade de acontecermos para toda a vida. Viajamos pelo centro de tudo em vôos rasantes por dentro e por fora de nós. E todos os dias aprendo que o Sempre é a nossa viagem de fora para dentro, de encontro ao centro onde tudo começa, tudo nasce e nada se acaba, onde somos sem fim o princípio de tudo e tudo para além do explicável. A pele que nos sabe de cor num movimento único guarda o perfume da viagem onde tu e eu nos confundimos no centro do centro da vida. Pele da minha pele, sangue e alma única, és tu em tudo o que me anima.

8 comentários:

Anónimo disse...

Incrivelmente unico!!!
...Fabulástico:)
A forma como dá vida ás palavras deixa-me sem palavras. . .
Tão real,tão com sentido!!
Daqui e sem a conhecer o que vejo é uma alma linda,e não sei bem porquê mas sei que quem tiver o seu amor tem mesmo muita sorte!
É lindo demais a forma como escreve as coisas...faz isso tão bem que apetece mesmo agradecer,por partilhar e nos ajudar a "nós" que a lemos a perceber o quanto a vida fica mais valiosa e preciosa quando amamos alguém e o sabemos fazer. AMAR DE VERDADE É BOM DEMAIS !!:)
Beijo num sopro de admiração.

Paulo

Viajante da Imensidão disse...

Seus versos ganham forma e apresentam as mais belas histórias, além de as imagens serem realmente condizente com as postagens...tem um 'selo de qualidade' dedicado a você no mural do meu blog...Dentro do Copo Vazio é um trabalho espetacular...

Anónimo disse...

Meses de férias na Blogesfera e ver este blog é como se nunca me tivesse ausentado!!!

Um abraço carinhoso
Druiel

Always disse...

Paulo,

A sua generosidade deixa-me sem saber o que dizer. Agradeço-lhe a atenção, o cuidado com que me lê e descodifica a essência dos textos. O Amor é realmente tudo, ou melhor, tudo se resume ao Amor - a vida é essa procura e esse encontro que nos completa e dá sentido.

Um abraço

Always disse...

Viajante da escuridão,

Muito obrigado pela visita ao 'Copo...', pelo selo de qualidade ('Selo dos Dardos') que me atribui e pelas palavras elogiosas que me dedica. :) Viajarei oportunamente pelo seu blog para ler com mais atenção os seus pontos de vista por entre a 'escuridão'.

Um abraço

Always disse...

Druiel,

Que sejas bem regressada ao 'Copo...'! :)

Retribuo-te o beijo com igual carinho

kris disse...

sem duvida..tocante...e conheço tão bem essas sensações...felizmente ou ...infelizmente....beijinho

Always disse...

Kris,

Espero que FELIZMENTE...

Bjos