quarta-feira, 9 de julho de 2008

O mundo na mão

Zenmatt, Turn, 2006

As voltas que o mundo deu para te encontrar foram tantas, tantas que cada beijo teu sabe-me ao desejo infinito de que são feitas as paixões maiores que o Tempo com que o Amor nos embrulha corpo e alma. Antes de me chegares, andei e caí muitas vezes, cuidei que corria e que avançava. Mas não. Derivava em círculos, tropeçava e nem sempre percebia os passos pelo caminho mal decorado. E um dia o mundo deu uma volta e fiquei de pernas para o ar. Tu existias no mesmo hemisfério e chegaste-me por fim. E tudo ao contrário parecia fazer sentido pela primeira vez em todas as vidas que tive antes de ti, talvez porque antes de ti não vivi, só passei pelo mundo de forma parada. Nas voltas que deste até mim passaram para ti outras tantas vidas. Hoje, que somos Uma desde a primeira hora, pouco importa o Tempo, porque o Amor é feito de uma certeza que nos transcende em múltiplas dimensões. Hoje o mundo é do nosso tamanho e as voltas que lhe damos têm a duração exacta do nosso abraço infinito.

10 comentários:

paradoxa liquida disse...

boa noite always
que dizer?: lindo, como sempre:)
nem é necessário comentar
no entanto, faço este ruído aqui porque tentava comunicar a inexistenz, mas...:) não consigo e não tenho tempo para contas bloguers (é mais desconhecimento actuale, confesso:))
logo, se always puder servir de pombo correio, ocorreu-me comentar ali, onde a vi também,e não quero desperdiçar as palavras por falta de nome, deletar e esquecer, agradeceria, já que comunicava com todos que ali li:boa noite
estou feliz - direi, antes, virtual e realmente, estas leituras de vós fazem-me feliz:) - conceito lato, eu sei!!!!, mas... tão simples :), porque afinal há mais gente diferente, e concluo com o lugar comum:): we are not alone, não, não sou a única a pensar o mesmo
bem hajam e tudo de bom
ana

Anónimo disse...

errata:
à excepção de sempre, acabo de vos conhecer, como quem diz: ler

Mar da Lua disse...

Para quem AMA assim, passa lá pelo meu cantinho. Tenho um convite para te fazer!

Always disse...

Paradoxa Liquida,

Obrigada pela visita e pelo testemunho. És benvinda!
Farei como dizes: copy e paste do teu comentário em «Existenz» já que era essa a tua intenção.

Uma boa-noite para ti e felicidades

Always disse...

Anónimo,

Nunca é demasiado tarde!

Always disse...

Mar de Lua,

Obrigada pela visita e agradeço-te o convite feito. Desde já, desejo-te o maior sucesso para "Sempre como n'areia" que eu terei o cuidado de comprar. :)

Lua disse...

simples e num súbito: me tirou o fôlego.

Always disse...

Lua,

Obrigada pela visita ao 'Copo...'
Deixa-te ficar para recuperares o fôlego...

Bjos

whitesatin disse...

Só quando venho aqui ler-te é que o conceito me faz sentido.
Obrigada :)

Bjs x 2

Always disse...

Whitesatin,

É tão bom saber que o conceito faz faz sentido quando me lês! Obrigada eu. :)

Beijo duplicado