sábado, 31 de Janeiro de 2009

Ao céu subiu uma estrela

Jardim de estrelas (Shiba Sakura - Japão)

Antes de ontem o teu mundo ficou mais pequeno, e o meu também. Antes de ontem o mundo inteiro perdeu um sorriso do tamanho do mundo e ficou menos do que era antes de antes de ontem. Ontem acordámos mais pobres, mais despidas, mais transparentes e mais rentes ao chão do que somos sob a contemplação das estrelas que, na terra, adormecem para acordar no céu. Ontem démo-nos conta que somos muito pouco no infinito mistério da vida, mas também aprendemos que o muito pouco que somos, às vezes, faz a diferença na vida do muito pouco dos outros. Ontem choviam tempestades desde a alma ao céu. Hoje o sol brilha como se nada tivesse mudado a não ser a nossa consciência de que o que importa verdadeiramente é amar todos os dias como se fosse o último, viver nesta urgência, percebendo, a cada instante, quem faz a diferença no que somos e no que queremos ser para ser felizes. Hoje à noite, quando olharmos as estrelas, uma delas reconheceremos pelo sorriso que, em nós, nunca se acaba.

2 comentários:

GRAFIS disse...

Um dia seremos todos estrelas. É o que temos por mais certo. Reencontrar-nos-emos nesse cosmos celestial onde todas as urgências estarão concretizadas, onde seremos o somatório da intensidade do que verdadeiramente vivemos enquanto Pessoas (luz?).
Estava aqui a ler o que escreveste:
“…importa verdadeiramente é amar todos os dias como se fosse o último, viver nesta urgência, percebendo, a cada instante, quem faz a diferença no que somos e no que queremos ser para ser felizes.”

Caramba!
Logo de manhã… no mínimo, isto remexe aqui qq coisa…

Fiquem bem.
AB GR

Always disse...

GRAFIS,

Que bom que seria conseguir fazer durar aqueles que amamos para sempre no nosso mundo!... Resta-nos a esperança do reencontro nesse cosmos infinito onde cabemos todos eternamente.

Ainda assim, insisto na ideia e na intenção de que devemos tirar partido da dimensão e tempo que temos nesta forma que assumimos por enquanto.

Um abraço grande deste lado.