segunda-feira, 27 de abril de 2009

De ontem até sempre

Howard Chu, Clarity contraste texture, 2005

Olho sempre em frente, mesmo quando nos visito o passado... Gosto de voltar atrás e seguir os passos que nos trouxeram até aqui e nos hão-de levar por diante até onde o tempo deixa de ter a importância terrena que orienta os dias de toda a gente. Gosto de reencontrar-nos no passado e de reconfirmar a escolha com a intensidade de quem renasce com um sentido definido. Gosto de sentir-te todos os dias com o entusiasmo da primeira vez. Gosto desse regresso ao passado pela oportunidade de projectar-nos o sempre em que nos reconhecemos indivisíveis. Desculpa se sou obsessiva na insistência do que nos recordo, mas não conheço maior expressão de amor senão aquela que revive o encontro de almas em eterna celebração.

10 comentários:

underadio disse...

Sempre

Always disse...

Sempre, porque há coisas que não dependem da medida nem de tempo nem de espaço.

Beijos duplicados

YeuxdeFemme disse...

Gosto.

White disse...

Um vento de emoções, como sempre.

Bjs

Helena disse...

Qualquer dia dá-me uma hecatombe cardíaca e a culpa é tua!!!

Muitos e muitos beijinhos.
Mas não seja egoísta ;-) é para partilhar!!

Always disse...

Yeux de Femme,

Obrigada. :)

Always disse...

White,

Um dia serei tempestade e não apenas vento... ;)

Beijos

Always disse...

Helena,
LOL... tenho seguro de responsabilidade civil!!

Hoje será o primeiro 'Devlish' a que não estaremos na sala :-|. Desculpa a ausência, fica para a próxima!...

Apesar do egoísmo que me caracteriza reparto os teus beijinhos com quem de direito, fica descansada.

Um abraço e break a leg tonight, dahling!

Papoila e Orquídea disse...

Muito bonito...

Always disse...

Agradeço à orquídea e à papoila. :)