sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Em alto mar

Geert Goiris, Resonance #41, Liepaja, 2004

Por vezes, naufragamos a vontade e carta de marear e partimos por mares incertos porque estamos vivos e acreditamos que, um dia, havemos de chegar à terra prometida. Por vezes, deitamos tudo borda fora para sentir que alguém nos segura no momento de saltarmos nós também. Por vezes, arriscamos o que temos e o que gostávamos de ter realmente, para sentir que não nos acomodámos a metade nem desistimos de querer tudo por inteiro. Por vezes, galgamos rochas pela costa adentro, para encontrar o tesouro que perdemos em alto mar. Por vezes, encontramos mares de areia onde dantes havia oceanos infinitos de vontade. Por vezes, rasgamos as velas do barco por descuido e ficamos, teimosos, no mesmo sítio à espera de soluções... Por vezes, basta pegar nos remos para evitar os rochedos que barram a chegada a bom porto.

6 comentários:

rv disse...

este comoveu-me :)

Always disse...

Um abraço, R. :)

atena de Eros disse...

É verdade, por vezes temos que pegar o remo de nossas vidas e remar, mesmo que isto nos cause dor, desconforto, tem uma hora que a vida nos cobra e temos que acertar nossas contas, ai é decidir seguir em frente ao ficar à margem, devedor de seu débito.

Gostei muito daqui e já estou lhe seguindo.

Se desejar fazer-me uma visita irei adorar. Meus cantinhos:

http://transformacoesdeatena.blogspot.com

http://baunilhandocompimenta.blogspot.com

Beijos e um lindo fds!

{Júlia}Domador disse...

Essa é a nossa inconstancia, as vezes felizes e outros em total questionamento do e se...? tentando nos acomodar e darmos por satisfeitos e não arriscar, seja por esse tal comodismo ou por falta da coragem necessária... as dúvidas naturais de quem se encontra em busca e de todo ser que se sente a vida pulsar!

Lindo texto e profundo

Passando pra te desejar uma ótima semana...

bjuuus

Always disse...

atena de Eros,

A vida é feita da nossa vontade de remar e da força de braços que tivermos para acreditar.

Obrigada pela sua passagem por aqui, é muuito bem vinda. Agradeço também o seu comentário e a partiha de pontos de vista.

Irei sim visitar os seus espaços e deixarei o meu testemunho. :)))

Um abraço!

Always disse...

Júlia,

É bom reencontar-te por aqui. :) Obrigado pelo teu testemunho e reforço o que dizes - existem momentos em que a dúvida nos assalta e desassossega a vontade de rasgar e continuar outro caminho, e é nas decisões que tomamos que se mede a intensidade do nosso compromisso. Tudo o que se sente pela metade não vale a pena!...

Uma boa semana para ti também!

Beijos!