quinta-feira, 26 de abril de 2007

Pedido

Shinta Djiwatampu, Ten, 2005

Que sintas sempre o meu calor ao acordar e antes de adormecer, porque o fogo em que me sinto em tudo o me és, não tem noite nem dia. Que me sintas ao teu lado a cada instante mesmo naqueles em que pareço não fazer sentido. Que me sintas sempre neste amor que me tranborda o corpo, alma e coração. Que nunca me procures por não saber onde estou, porque estou sempre contigo. Que me compreendas sempre mesmo quando não entendes o que eu digo. Que me ames perdidamente mesmo quando te dás conta da minha imperfeição. Que repares sempre no abraço que te dou, porque não tem tempo nem distância, tem a força da eternidade. Que acredites sempre em mim, porque a minha única verdade é querer-te infinitamente e amar-te incondicionalmente.

4 comentários:

gitas disse...

Belo momento de uma leitura de amor::)
beijos

Angell disse...

Lindo como sempre! :)
O querer ser sempre mais e melhor para o ser amado. O pensar nele antes de nós mesmos.

Só mesmo os amores com A grande assim existem! :)

Bjs!

Always disse...

Gitas,

Belo é o tudo que o Amor nos faz sentir.

Beijos

Always disse...

Angell,

Só assim me faz sentido o Amor - uma entrega total.

Nem sempre fui assim, já fui egoísta como quase toda a gente, mas morri do que era dantes e renasci no que descobri ser o Amor.

Beijo