quarta-feira, 16 de janeiro de 2008

730 dias

U-turn, Enxoval (DEZ07)

Foi quase ontem mesmo que tenhamos vivido duas vidas entretanto. Contei os dias, setecentos e trinta menos alguns que contam também. Há dois anos atrás este dia amanheceu como outro qualquer, foi ao anoitecer que descobri o teu 'bom-dia' para o resto da minha vida. Depois disso, morri quem era e descobri-me uma outra vida nas palavras que pouco a pouco te iam revelando. Desconhecia-te a voz, mas fui aprendendo o tom da alma. Chegaste-me perto, entraste-me por debaixo da pele e, desde então, moras na minha cabeça noite e dia e hoje a nossa casa é o coração. Há dois anos atrás não existíamos, hoje partilhamos um prato e seguramos o infinitamente que nos adivinhámos uma na outra. Obrigada, Meu Amor, por nos teres encontrado uma vida maior e um único caminho - juntas somos tudo e sempre a nossa condição.

8 comentários:

Jaime disse...

O Amor é, definitivamente, a maior musa de toda a arte e a única razão de vida. Chega a ser incómodo (porque roça o voyeurismo - e, já agora, sobretudo o masculino, pelas freudianas fantasias de assistir a duas mulheres amando-se) para quem te lê descobrir que tens sempre algo mais e muito bom a escrever.

Beijos (para ambas)

Principezinho disse...

adorei a metáfora do " hoje partilhamos um prato..."
muito bonito, q o infinito caiba no mesmo p continuar a ser partilhado p ambas...

parabéns!

bjs p 2

whitesatin disse...

Com o coração cheio de alegria vos desejo dias infinitos :D

Beijos x 2

underadio disse...

: )
Partilhar do teu "alimento", mm q tenha algo de voyeurismo, como diz o Jaime, e bem, (e o q é q não tem?pelo menos por aqui na net),é das melhores coisas q descobri.E agora, de repente, apercebi-me q no próximo mês vai fazer um ano q fui ter ctg p encontrar uma pessoa com quem partilhei alimento mas não quis enxoval comigo, LOL.
Apesar de tudo, foi graças a ela q não me perdi...E, há q dizê-lo com frontalidade, foi graças a ela q te conheci : ), e q conheci quem hoje "partilha um prato comigo" tb.
Se isto não é o maior enxoval q alguém pode levar e partilhar, vou ali, já venho...

Beijos p as duas

Always disse...

Jaime,

É bom saber que estás por aí e que ainda te surpreendo neste 'mais do mesmo' que reescrevo com prazer e sem cansaço. Não te sintas incomodado - voyeurismo só seria se não soubesses ler e compreender o que aqui vai ficando escrito (o que não é o caso, bem pelo contrário). Quanto às fantasias, bem, também aí não há nada a fazer, são pessoais e intransmissíveis e quem confessa a verdade não merece castigo.

Beijos retribuídos de ambas com um sorriso

Always disse...

Principezinho,

Obrigada! :) Seguro este infinito com a maior certeza e força. O Amor é um prato inquebrável.

Beijos x 2

Always disse...

Whitesatin,

Obrigada, amiga - consigo sentir daqui a alegria com que o teu coração nos 'lê'. :)

Beijos retribuídos

Always disse...

Underadio,

E eu agradeço-te pela atenção ao longo de todos estes meses! :) Fico muito feliz por te sentir hoje mais feliz do que há 1 ano atrás quando vieste saber quem sou (não quis enxoval contigo, porque sou 'casada', muito bem 'casada', e já na altura o 'era' em total exclusivo e dedicação).

Felicidades para ti.

Beijos x 2