quinta-feira, 5 de julho de 2007

À espera das estrelas

Gili Levy, Sea Star (Zanzibar), 2007

As estrelas dos teus olhos esperam por mim e os meus olhos brilham a contar o tempo que falta para lhes chegar. Estou tão perto que quase consigo tocar-lhes através das memórias que guardei para matar as saudades. As memórias nunca são suficientes, as saudades persistem e multiplicam-se. E os dias passam lentamente quando estamos à espera. O teu coração feito de estrelas bate feliz e espera com a mesma ansiedade. 'Agora já é logo?', pergunto, contando que o tempo passe mais depressa se eu perder a noção das horas. Não, agora ainda não é logo nem daqui a bocado. O meu agora é daqui a uns dias. Sento-me e aguardo a luz que te veio de dentro como dois astros-sol. Já faltou tudo, agora falta muito pouco e eu sei esperar. As estrelas dos teus olhos são um bocadinho minhas também e eu espero o tempo que fôr preciso para as ver brilhar. Vai-me contando histórias desses teus pedaços de céu para eu não sentir tanto o tempo por passar. Nesse entretanto, os meus olhos brilham na luz dos teus onde eu posso esperar.

14 comentários:

wind disse...

:)
Beijos

Sandrita Star disse...

Miss Always,

Pois... percebes-me?

S.Star

whitesatin disse...

Como tu bem dizes: "Já faltou tudo, agora falta muito pouco e eu sei esperar." Então? Sossega o coração, amiga. Já só vos falta um bocadinho assim (imagina o polegar e o indicador com uma distância de 2 centímetros a separá-los, hehe).

Beijinhos :)

Special K disse...

Adoro vir aqui ler os teus textos, fazem-me sentir tão bem. Obrigado.
Beijinhos

Always disse...

Wind,

Beijos retribuídos. :)

Always disse...

Sandrita Star,

A esta hora da noite, já não estou apta a resolver enigmas e o teu comentário parece-me um enigma.

Estarás a referir-te à tua desconfiança confessada?...

Abraço-te

Always disse...

Whitesatin,

O coração só sossega quando deixar de bater, minha estimada amiga. E o meu bate ruidosa e eternamente por uma só pessoa, por quem nunca desistirei.

Beijos

PS - Obrigada pelo teu email, sempre fantástico nas coisas que dizes. Um abraço reconhecido em nome das duas.

Always disse...

Special K,

És sempre muito bem vindo por aqui. E se te faço sentir bem com o que vou escrevendo, melhor ainda!
Obrigado eu também pela atenção. :)

Bjos

Angell disse...

Pois, é bem verdade que uns olhos apaixonados; têm o brilho das estrelas dentro deles. Esperar para estarmos com quem amamos; faz pensar que o tempo está contra nós; que o logo nunca mais chega; mas é claro que chega... :)

Fiquem bem!

Bjs para as duas!

Bamboo disse...

Não percebi nada, deve ser falta de atenção, de certeza, mas afinal o que é que falta?

Sandrita Star disse...

Enigma?...
Já não é o tempo dos enigmas, não foi o que combinámos?

"As memórias nunca são suficientes, as saudades persistem e multiplicam-se. E os dias passam lentamente quando estamos à espera."

"As estrelas dos teus olhos são um bocadinho minhas também e eu espero o tempo que fôr preciso para as ver brilhar."

Apenas que expressaste tão bem a razão da minha espera...
É porque "estás-me na pele" ;)

S.Star

Always disse...

Angell,

As estrelas de que falo não são os olhos. São estrelas de carne e osso que fazem brilhar os olhos daquela que me faz brilhar a mim.

Não é um enigma, acredita, a intenção não era essa, pelo menos. Seja como fôr, o texto foi entendido pela única pessoa que sabe do que estou a falar. :)

Beijos nossos.

Always disse...

Bamboo,

Não percebi nada

Não te preocupes - não foi falta de atenção da tua parte. Era uma mensagem muito particular.

Não nos falta nada. Eu sou estou à espera das 'estrelas', ou melhor, do reencontro com as estrelas. Não te peço que me entendas agora também, mas há coisas que têm de ficar nas entrelinhas, entre mim e o meu destinatário.

Always disse...

Querida Sandrita,

Ok, agora percebi o que querias dizer. E pelos vistos também percebeste o que escrevi. :)

Um abraço de quem pára para pensar e ver com o coração.