terça-feira, 17 de julho de 2007

Infinitamente mais!

Anabark, Veludo (JUN07)
Amar-te é encontrar uma forma de te abraçar nos dias em que os braços nos doem de esticar sem conseguir tocar. Amar-te para além de tudo é ultrapassar-me a mim mesma para te chegar primeiro. Amar-te por inteiro é sorrir quando te penso num bom ou mau momento. Amar-te tudo é procurar-te em toda a parte e encontrar-te antes de tu saberes onde estás. Amar-te infinitamente é arranjar maneira de te lembrar sempre que vamos viver eternamente, porque juntas não temos fim. Amar-te perdidamente é sentir-te pele da minha pele e, sendo Uma, nem tu começas nem eu acabo. Amar-te incondicionalmente é não saber desistir porque gosto de ti contra tudo e contra todos se tiver de ser. 'Eu mais' é o infinito do que te sinto que fica por dizer.
... eu mais, infinitamente mais!...

4 comentários:

Blue disse...

Ui ui amiga... essa foto... ui ui! Ousada, não?... :-P prontos, nem consigo comentar o teu texto de jeito, desculpa-me...

Beijo grande para as duas!

Always disse...

E eu a pensar que ninguém (à excepção de uma pessoa) ia perceber exactamente o que se vê na foto, eu que até tive o cuidado de manipular as cores, para disfarçar! Ora bolas! ;)

Respira fundo, amiga. Peço desculpa pela emoção forte que provoquei... :D

Um beijo para vocês também.

Bamboo disse...

Boa tentativa de passar despercebida... hi hi hi ;)

Always disse...

Bamboo,

LOL... Tentei! Mas pronto, há coisas que dão demasiado nas vistas... ;)