quarta-feira, 28 de fevereiro de 2007

Nem tarde nem cedo


Porquinho Feliz (aka Senhora Saudades), PS: I changed my mind. Good luck. 2006

"...Meu amor, nunca é tarde nem cedo para quem se quer tanto..."

Só é tarde quando se acaba cedo o que se quis tanto. E o tanto que se acaba, tarde voltará a ser de novo. Quando cedo se descobre o que é tão verdadeiro e único, acaba-se a procura na certeza de que existe e que foi encontrado. Às vezes acontece ser maior do que o tamanho inifinito do coração e, quando se acaba sem deixar de querer, entardece a alma nas horas sombrias do fim que não gastam sequer a despedida. E quando se quer tanto a luz que se acaba, é cedo nos dias para adormecer e tarde na vida para esquecer. Não é tarde nem cedo para sentir o sempre de um querer demasiado.

"...Meu amor, meu amor
Minha estrela da tarde
Que o luar te amanheça e o meu corpo te guarde
Meu amor, meu amor
Eu não tenho a certeza
Se tu és a alegria ou se és a tristeza
Meu amor, meu amor
Eu não tenho a certeza"


«Estrela da Tarde», Carlos do Carmo, letra de José Carlos Ary dos Santos

14 comentários:

wind disse...

excepcional a tua prosa com o "jogo" de palavras que fizeste!
Vou começar a chamar-te Escritora.lolol.
Boa conjugação com o poema do Ary e com a foto de F.;)
beijos

wind disse...

Sorry, não é F, é Senhora saudade.
Ai este meu despistanço:(((

SK disse...

"Falar do trigo e não dizer o joio.
Percorrer em voo raso os campos
sem pousar os pés no chão.
Abrir um fruto e sentir
no ar o cheiro a alfazema.
Pequenas coisas, dirás, que nada
significam perante esta outra, maior: dizer o indizível.
Ou esta: entrar sem bússola na floresta e não perder o rumo."
[...]

Pequenas coisas - Albano Martins

ou digo eu.

Diria que nunca é tarde. Nem é cedo. Que o tempo tem a importância que lhe damos. Que o tempo só é aquele que passou. Todo o outro que há-de ser, poderá ser cedo ou tarde. Depende da forma que lhe deres.
E do tamanho da forma...
Bjo Gr

Always disse...

Wind,

:)... 'Escritora' com letra maiúscula e tudo?! :D
Agradeço o teu elogio.:)

Estás certa - a F. é o Porquinho Feliz, também conhecida por Senhora Saudades. Ela muda tantas vezes de nickname como o Prince muda de nome artístico.

Bjs

Always disse...

Pequenas coisas, ou talvez não. Por vezes´, 'só um pouco' significa muito. E o tempo pode ser muita coisa, tarde e cedo, mas também a hora exacta, depende da importância que lhe atribuirmos e de como o preenchemos. Tarde é quando passa desperdiçado em intervalos de nada.

Obrigada pelo belo texto de Albano Martins.

Um beijo grande.

(' ') disse...

UAU!

Que mãos liiiindaaassss.

Devem estar a escrever coisas igualmente lindas.

Always disse...

LOL
As mãos estavam só a escrever postais turísticos de Amesterdão, à última da hora. :D

Angell disse...

Always,
Amar nunca é em demasiado! Se pudessemos medir o amor; o verdadeiro, o puro, o original, aquele que nos faz enlouquecer e tolda-nos a visão. Não se pode! Não existe uma explicação para a grandeza do amor. O coração ordena e nós obedecemos. O querer fica enraizado no nosso ser, e profundamente vamos ficando tomadas por uma vontade ardente de amar... para sempre! :)

Estar apaixonada é uma das coisas mais simples e verdadeiras da vida! Ama muito e se muito amada!

Bjs!

Always disse...

Angell,

Concordo - amar nunca é em demasiado. Nem sempre é simples viver o Amor e, às vezes, é mesmo impossível. Às vezes, o amor não é suficiente e sofremos pelo tal 'querer demasiado' do qual temos de abdicar para continuar vivos. Resta-nos a esperança de sermos de novo surpreendidos e vivermos 'felizes para sempre' um novo amor.

Retribuo o teu voto - que ames muito e sejas correspondida.

Bjs

whitesatin disse...

Always,

eu aprendi à minha custa que quando se quer muito uma coisa, é quando essa coisa nos foge mais depressa por entre as mãos. No meu entender, "querer, nem sempre, é poder".
E, se eu descobri cedo "o que é tão verdadeiro e único", e também tão cedo o perdi, será sempre tarde demais para esquecer.

Um abraço

porquinho/a feliz disse...

i also like the hand :) and Prince is a dumbarse!

greetings from Blade Runneresque Universe, F.

[check my isp]

Always disse...

:)
I thought you would like my photo's choice to post - IT'S ALL ABOUT THE HANDS, ISN'T IT? ;) lol

Hey, what's that ISP you're talking about? I'm lost here.

Saudades.

porquinho/a feliz disse...

darling, the isp [internet service provider] number when i was responding to this entry last time. however i'm in a different place now since. hint: let's just say i'm still on Pt time! :)lol... feels as though i haven't left Lisboa 'cause i still take 90min lunches, eat local food with ingredients from Pt, have vinho verde/tinto with it, and nearly everything is also written in portugues! they need to learn how to make a decent bica though. and good breads, too! grr....haha... i think my affection for Pt has shot through the roof ever since i got here :) funny thing is i still drink Pt vinho everyday and have tasted lovely Bisaro presunto from Braganca. here, of all places.

anyway, hope i get this right 'cause the text is shown in script so i'm not sure which button i'm pressing. take care and speak soon. F.

ps: please don't mention the hands unless i get them sent to me! or at least a promise of such an exquisite pleasure in a near future :)

Always disse...

Ok, 3 years later I know, but I can't help to say 'Portuguese do it better' as you've noticed several aspects... LOL

Saudades,

A.