quarta-feira, 21 de fevereiro de 2007

Só sei hoje

Michel Corboz, Thank God, it's Friday



Amanhã? Sei lá. Olho as horas do presente como o 'agora' que são, não invento 'amanhã', porque amanhã é longe demais e não sei se lá chego. Para que hei-de perder o momento a pensar numa ideia concebida como uma medida de tempo? Sonhar não é imaginar amanhã, não pode ser, seria fácil demais, seria fugir a hoje e assim perder o instante real. Prefiro sonhar o presente e fazê-lo acontecer, construir cada segundo com cuidado e com uma vontade que escapa ao sentido dos ponteiros que medem os dias. Sonho o que existo em tempo real, sonho cumprir-me em cada minuto de hoje. Sei lá se existe mais alguma coisa para além do dia de hoje? Enquanto amanhã não chega por que não viver a vida num só dia?

10 comentários:

(' ') disse...

E sabes muito bem...

Always disse...

'Só sei que nada sei' ;)

SK disse...

Porque tb não é possível viver a vida toda num só dia e tb é impossível projectar todos os sonhos, mesmo que apenas um e o maior, apenas no hoje e agora.
Agora, lá que podemos viver intensamente todos os bocados, todos os dias, sim. Devemos.
Que não devemos ficar à espera do dia de amanhã que pode nunca acontecer, também, até porque amanhã até pode acontecer diferente e toda a espera deixará de fazer sentido.
Bjo

SK disse...

aaahh...
This Mortal Coil... boa! Só reparei agora. Boa escolha.
Bj e bom dia.

whitesatin disse...

Lição do dia:
Viver hoje imaginando o amanhã não tem que ser necessáriamente negativo. Desde que não se perca a noção do momento presente. E depois, olha, é ir á aventura.
O errado é projectar o futuro apartir de um momento passado (contra mim falo).

Todos os dias aprendo algo aqui. Obrigada :)
Bjs

Always disse...

SK,

Os domingos são dias chatos e nunca me apetece muito pensar na segunda-feira que vem a seguir (ainda por cima hoje que tinha mais uma aula para dar durante sete horas). Por isso, deu-me para escrever a desancar o 'amanhã'.

Falando seriamente, respeito o presente como a maior certeza que tenho do que existo na minha linha de tempo. E nesse sentido, é importante viver com intensidade cada momento de vida. Podemos sonhar com o 'amanhã', mas se não construirmos, no presente, as raízes do 'amanhã', os sonhos serão em vão. É um bocadinho estúpido adiar o presente por uma mera hipótese de 'amanhã'.

Bjo

Always disse...

PS - Os This Mortal Coil são sempre uma escolha sem tempo. :)

Always disse...

Whitesatin,

'O errado é projectar o futuro a partir de um momento passado'

Ou adiar o presente por uma projecção do futuro.

Não sei se aqui se aprende algo útil, mas gosto de pensar que sim. :)

Bjo

SK disse...

Pronto!
Está bem!
Tens uma certa razão (uma certa).
Claro que os alicerces terão de ser feitos hoje, mas há certas coisas que tb não podemos simplesmente fazer hoje e temos de deixar para amanhã (não para o mês que vem, ou para o ano que vem, mas amanhã).

Mas olha lá, é impossível querer fazer tudo num só dia.
Assim, ao invés de querer fazer tudo hoje, devemos mas é começar agora e continuar a fazer um pouco todos os dias daqui em diante, com a certeza de que faremos sempre o melhor todos os dias, um atrás do outro.
...

vou dormir... isto está-me a soar a sono.
Bjo
Até amanhã. Fica bem.

Always disse...

Mas quem é que disse que eu queria fazer TUDO hoje?! Logo eu que sofro de uma falta de tempo terrível.
A única razão que quero ter nesta discussão de pontos de vista é aquela que defende a perspectiva de que temos de aproveitar e rentabilizar ao máximo cada dia que passa por nós - ou seja, fazer o HOJE, o que pudermos fazer que nos faz feliz. Para amanhã fica o desejo de continuar a construir aquilo que somos - uma obra inacabada, por isso sonhamos e projectamos o que queremos ser e tentamos cumprir amanhã.

E com isto, já estás a dormir profundamente...? :D

Bons sonhos... amanhece bem. :)

Bjo