segunda-feira, 5 de março de 2007

Primeira vez


James Church, The Bed's too big without you, 2004

Mais do que a memória, a pele não se esquece, o fogo queima e o desejo permanece. Mais do que a recordação, vive o desassossego intenso do que sente corpo, alma e coração.
Sempre.

18 comentários:

wind disse...

É. Quando isso acontece demora muito tempo a passar.
Queria animar-te, mas não consigo, sou sincera, estou a ver-te cair no mesmo erro que caí há anos e é uma parvoíce!
beijos

Always disse...

Wind,

A intenção também conta! :)
E, sim, é um erro e uma parvoíce. Mas a errar também se aprende alguma coisa.

Bjos

Sandrita Star disse...

Errar é humano e quem não erra é lampião!
A vida tem esta filosofia de "trial and error", inerente à do livre-arbítrio.

Miss Always,
Sabes que te amo?

S.Star

whitesatin disse...

"Amor é um fogo que arde sem se ver,
é ferida que dói, e não se sente;
é um contentamento descontente,
é dor que desatina sem doer.

É um não querer mais que bem querer;
é um andar solitário entre a gente;
é nunca contentar-se de contente;
é um cuidar que ganha em se perder.

É querer estar preso por vontade;
é servir a quem vence, o vencedor;
é ter com quem nos mata, lealdade.

Mas como causar pode seu favor
nos corações humanos amizade,
se tão contrário a si é o mesmo Amor?"

Luís de Camões

1 abraço

Anónimo disse...

Always,

deixa-me "roubar-te" estas palavras e dedicá-las à Blue...

White

Angell disse...

Always,
As sensações na pele, são o alimento da nossa parte física. Quanto maiores, mais intenso é o desejo, pelo outro ser. :)

Bjs!

Blue disse...

always desculpa-me o silêncio de quem se recolheu para poder enfrentar a vida de uma outra forma que não esta que tu escolheste. Não quero passar o resto da minha vida à espera de encher um copo que esteve sempre vazio...

(A Blue foi-se embora e não volta mais!)

SK disse...

Sempre é muito tempo piquena, é um sentido demasiado definivo.
Receio que enquanto não nos predispusermos a outras possibilidades, não criemos condições para criar outros caminhos...
Bjo

Always disse...

Sandrita Star,

Claro que sei que que me amas, como poderia ignorá-lo? :)
Desculpa a minha falta crónica de romantismo. Sei que não tenho perdão, ainda assim tenho esperança que me perdoes... Esta semana prometo redimir-me. :)

Beijo

Always disse...

Whitesatin,

Escolheste um dos meus poemas de amor preferidos de sempre. Adivinhaste?... :)

Um abraço.

Always disse...

White,

As palavras deixam de ser minhas no momento em que as escrevo e porque as escrevo para uma pessoa. 'Rouba' à vontade se reconheces nelas a alma com que as escrevi.

Always disse...

Angell,

Reconheces a essência do desejo.

Bjs

Always disse...

SK,

É a eterna discussão de 'Quanto tempo é para sempre?'. E o que é 'sempre'? Para sempre é muito tempo certamente. Quanto ao resto, estás coberta de razão, por isso não vou argumentar. Só acrescento que o inesperado acontece, por vezes.

Bjos

Always disse...

Blue,

Todos nós fazemos escolhas na vida. Nem sempre as melhores, mas seguramente aquelas que achamos que est~~ao certas.
O meu 'copo vazio' é-me precioso. Nele cabe um mundo sem fim. Fazes parte dele também, porque te vais embora?

Um abraço

Blue disse...

Peço-te desculpa minha linda! E não, não me vou embora do teu mundo, pelo menos não enquanto quiseres que eu faça parte dele. :-)

whitesatin disse...

Se adivinhei? LoL
Não, não adivinhei.
Simplesmente apareceu o poema na minha cabeça quando li as tuas palavras. Tipo: puff, é isto! :D

Bjs

Always disse...

Whitesatin,

Sem dúvida, o poema diz tudo!
Amor é é ferida que dói, e não se sente;
é um contentamento descontente,
é dor que desatina sem doer

Um abraço

PS - Amanhã será um dia melhor...:)

Always disse...

Blue,

Amiga, claro que fazes parte do meu mundo e não quero que te vás embora.
Obrigada por tudo e ainda bem que voltaste. :)

Beijo grande